Qual a importância dos Geradores de Energia a biogás no mercado? Total! Os geradores estão no top five dos equipamentos mais essenciais para produção de energia elétrica com biogás. 

Neste artigo vamos compreender a influência desses equipamentos no setor, e a dependência dos geradores de energia. Assim, será possível complementar estratégias e modelagem de negócios na gestão de resíduos orgânicos na utilização do biogás. 

Os geradores de energia, ou grupo motogeradores, tornam-se protagonistas na transformação do passivo ambiental em um ativo energético. 

Além de serem super seguros contra quedas bruscas de energia, os geradores contribuem na diminuição de custos em possíveis prejuízos. Por isso, diversas instituições atualmente vem buscando esta nova alternativa para a geração de energia elétrica.  Neste quesito, os geradores de energia a biogás vem se destacando não apenas devido à essas vantagens, mas também, por ser uma alternativa sustentável. 

Como funciona um gerador de energia? 

Para investir em um equipamento de qualidade é importante saber como ele funciona, certo? E os trabalhos de um gerador de energia, começam com o gerador de corrente contínua. Este depende de um estímulo eletromagnético para resultar em energia elétrica. Um dos tipos mais populares de geradores é o dínamo. Ele pode converter a energia mecânica na rotação do eixo, que oscila a intensidade do campo magnético, resultando na tensão dos seus terminais. 

Como grande parte dos processos de um empreendimento dependem de eletricidade, não ter um gerador para garantir a estabilidade do abastecimento elétrico pode se tornar um grande problema. 

Uma vez que as complicações pela falta de segurança, resultam em danos financeiros que comprometem o rendimento da empresa. Em postos de gasolina, por exemplo, como as bombas dos veículos funcionam devido a energia elétrica, a interrupção dos serviços prejudica o fornecimento de combustível aos automóveis. O acontecimento acaba afetando um serviço essencial.

Nesses casos, os geradores de energia atuam como uma precaução para a resolução desses acidentes. Se você pretende precaver a economia, produtividade e segurança da sua empresa, avalie alguns pontos para que a aquisição do gerador de energia seja um sucesso.

Geradores de energia a biogás 

O biogás, resultado da transformação de resíduos orgânicos para a produção de um biocombustível, é utilizado para otimizar o cenário energético do Brasil. Essa energia pode ser utilizada como energia elétrica, térmica, mecânica e convertida em biometano. Os gases da biodigestão fornecem iluminação, aquecimento e mobilidade, com uma nova alternativa mais amigas do meio ambiente. Optar por essa solução é contribuir para o desenvolvimento das energias renováveis e de um ar mais limpo. 

Energia em todo lugar

Termelétrica funciona a partir da gestão dos dejetos dos suínos da cidade. – Entre Rios do Oeste/PR

O biogás pode fornecer energia elétrica tanto em áreas urbanas e rurais. E a adaptação da alternativa em um gerador de energia, se transforma em um facilitador para as pessoas e para o meio ambiente em diversos aspectos. O gerador pode ser instalado em hospitais, restaurantes, indústrias e residências, além de qualquer outro local.

Em relação às áreas urbanas e rurais, os geradores de energia a biogás, já fizeram a diferença em projetos liderados pelo CIBiogás. O modelo de negócio contemplou a transformação do biogás em eletricidade no caso de Entre Rios do Oeste e de Colombari.

Na termelétrica de Entre Rios do Oeste, o gerador é capaz de distribuir energia para toda a cidade a partir de digestão dos dejetos de suínos, e no caso da Granja São Pedro Colombari, o gerador contribui na segurança da energia da própria propriedade rural, evitando o prejuízo do produtor com as quedas repentinas de energia. 

Frequência e local

Se você deseja investir em um gerador de energia a biogás, fique atento à essas duas dicas que podem melhorar ainda mais a sua experiência com o equipamento:

  • Frequência de utilização: Saber qual será a frequência de uso do seu equipamento, contribui no desempenho do mesmo nos momentos em que o usuário precisa. Após esta  decisão, temos o tipo do gerador, o combustível – neste caso, o biogás- e o local de instalação. As decisões determinam se o gerador será apenas para uso emergencial ou uso frequente. 
  • Local da instalação: O local de instalação, como já citado há pouco, é importante devido a grande diversidade de tipos de geradores no mercados, por isso, especificar as necessidades do seu negócio, é o primeiro passo para definir o local, e em seguida, dimensionar o seu gerador e qual potência ele deve ter. Desta maneira, a instalação do equipamento será feira de acordo com as suas considerações.

Opção no mercado 

No quesito geração de energia a biogás, existem várias empresas que são pioneiras neste campo e fornecem para o Brasil, uma gama de produtos que facilitam o cotidiano de quem pretende fazer o investimento. Neste mercado, a Leão Energia é um exemplo. A empresa contém diversos modelos de geradores de energia movidos a biogás.

A instituição já fazia parte do corpo associativo do CIBiogás. Porém, como desenvolvimento do mercado, este ano, a empresa se tornou a mais nova associada mantenedora do Centro.

Aliados do setor

Sobre a atualização da parceria entre as instituições, o diretor da Leão Energia, Fabio Pegoraro, prevê um futuro otimista para o desenvolvimento do biogás no Brasil juntamente com tecnologias que forneçam apoio à cadeia. “Gera energia a nível de biogás tem um foco de prioridade. Então, tanto para os negócios de distribuição de peças, quanto para a montagem de geradores, nós temos colocado isso na primeira pauta de desenvolvimento.”

Fabiano Lovato, supervisor da unidade gás da Leão Energia, destaca o desafio de otimizar a condição e qualidade dos equipamentos do mercado. “Nós enxergamos que essa associação ao CIBiogás, nos aproxima de uma entidade extremamente séria que tem perfil de tecnologia e inovação, e nós da Leão da Energia, temos certeza que podemos agregar bastante junto a esse grupo multidisciplinar, também investindo o nosso tempo, o nosso trabalho, o nosso conhecimento e na melhoria de novos produtos, de novas tecnologias que podem ser aplicadas ao biogás no mercado brasileiro”.

Realmente o mercado do biogás só cresce no Brasil e essas parcerias são o combustível para alavancar ainda mais o desenvolvimento do setor que foca na gestão de resíduos como um ativo econômico para diversas pessoas. Além de ser uma oportunidade de reduzir os poluentes do planeta, explorando cada vez mais a matriz energética do território nacional. 

Fabio Pegoraro, diretor da Leão Energia e Fabiano Lovato, supervisor da unidade gás da Leão Energia.

Se interessou?

O CIBiogás é aberto para parcerias envolvidas ao mercado sustentável e se você pretende se tornar o mais novo associado mantenedor do centro, entre em contato com a nossa equipe pelo e-mail: [email protected]

Biogáscast

Quer se manter atualizado sobre o setor, então confira o podcast do CIBiogás. O Biogáscast conta com convidados ativos no mercado de energias renováveis e é lançado mensalmente para todos os interessados no desenvolvimento do Biogás no Brasil e no mundo.

Ouça agora no site: https://cibiogas.org/biogascast/

Ouça agora no Spotify: https://open.spotify.com/episode/4WKtddJfryYauAcaeBvcdR