Tratar a respeito do Biogás na América Latina impõe um grande desafio. Afinal, são 20 países, cujo território tem mais de 20,5 milhões de quilômetros e que estende-se do México (América do Norte) até a Terra do Fogo – no extremo sul da América. 

Considerada a região mais urbanizada do mundo, onde 80% da população – cerca de 569 milhões de habitantes, vivem nas cidades, as diferenças socioeconômicas são contrastantes. Para ter uma ideia, na classificação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), lançado em 2019 pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Chile ocupa o 42° lugar (0,847), com uma renda per capita de US$21.972, enquanto o Haiti se encontra na 169° posição (0,503), com US$1.665 de renda total per capita. 

Deste modo, analisar a conjuntura do biogás na América Latina torna-se uma missão minuciosa de busca de dados, onde não há uma unificação de informações e/ou pesquisas realizadas.    

Biogás na América Latina: World Biogas Efestival

Rafael Gonzalez Diretor Presidente CIBiogás representa America Latina no World Biogas Efestival

Rafael Gonzalez Diretor Presidente CIBiogás representa America Latina no World Biogas Efestival

O diretor-presidente do CIBiogás, Rafael González, foi convidado pela World Biogás Association – WBA (Associação Mundial do Biogás) para participar do evento “World Biogas Efestival”, encontro online promovido pela instituição. 

González apresentou o cenário do biogás latino-americano, onde pôde destacar o desenvolvimento do mesmo com a palestra “Mercado emergente do biogás na América Latina”. Ele abordou aspectos que envolvem questões políticas e as barreiras que impedem o avanço do biogás nessas regiões. 

Na conversa, o diretor apresentou um panorama sobre o contexto latino-americano, que tem o agronegócio como protagonista no setor econômico. A necessidade que predomina atualmente no desenvolvimento do biogás na América Latina é a de energia e fertilizantes. Essa atenção poderá movimentar ainda mais o nicho econômico, mas deve ter sempre como base um desenvolvimento completamente sustentável. 

A explicação também passou pelas oportunidades do biogás, que segue por uma transição de energia, iniciado pela descarbonização, geração distribuída e fortalecimento do setor, com um resultado capaz de operar através de diversas fontes de energia. 

Estratégia para o desenvolvimento do biogás na América Latina

Estratégias para o desenvolvimento do biogás na América Latina.

Estratégias para o desenvolvimento do biogás na América Latina.

A base estratégica para desenvolver o biogás depende da aposta na integração de energia. Essa proposta, abrange a segurança energética, emissão reduzida, geração distribuída e eficiência energética.

Biogás e o Mercosul

As iniciativas dos países presentes no Mercosul também foram destacadas. Neste contexto, González apresentou o Relatório de Biogás e Biometano do Mercosul. O documento  traz o formas de conduzir a sistematização do biogás de acordo com cada país envolvido, sendo esses, Argentina, Brasil, Paraguay e Uruguay, a partir do 14° conselho do Mercosul. As iniciativas de cada país para promover o desenvolvimento, além da posição do CIBiogás dentro deste mercado, o qual contribui ativamente desde 2012, também foi citado. 

Biogás: da América Latina para o Sul do Brasil

Além do Diretor Presidente do CIBiogás, o Diretor de Desenvolvimento tecnológico, Felipe Marques, também contribuiu para o debate. O painel aberto para estudo de caso, abordou alguns Projetos de Arranjos Coletivos de Biogás no Brasil. Na ocasião, Felipe destacou o crescimento do biogás desde 2003, que teve um aumento de 31% até o ano passado, uma produção que resultou em aproximadamente 1,3 bilhões de m/³ por ano. 

Marques compartilhou o potencial do Sul do país em relação a produção do biogás, uma vez que os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul concentram 36% das plantas no Brasil. Estes dados são resultados de colaborações feitas por pesquisadores do projeto: Aplicações do Biogás na Agroindústria Brasileira, que iniciou pelo suporte do Fundo Global para o Meio Ambiente – (GEF).

Quer saber mais sobre o potencial de produção de biogás no Sul do Brasil? Clique aqui e confira o relatório gratuitamente. 

O biogás é uma fonte com muitas possibilidades de uso e, por isso, também foram destacadas as suas aplicações. Ele pode ser aproveitado na geração de energia elétrica, térmica e veicular (biometano).

Diretor de Desenvolvimento Tecnológico do CIBiogás, Felipe Marques representou a América Latina no World Biogás Efestival

Diretor de Desenvolvimento Tecnológico do CIBiogás, Felipe Marques representou a América Latina no World Biogás Efestival

“O CIBiogás estar associado a WBA conecta as nossas iniciativas as diversas iniciativas em todo o mundo para aumentar a participação do biogás e biometano.”

Minicentral Termelétrica localizada em Entre Rios do Oeste - PR

Minicentral Termelétrica localizada em Entre Rios do Oeste – PR

Felipe apresentou um dos projetos de maior destaque realizado pelo CIBiogás em parceria com outras instituições, que foi a construção da Mini Central Termelétrica de Biogás no município de Entre Rios do Oeste – PR. 

O modelo de negócios possibilita a iluminação dos prédios públicos e estimula a economia da região. O biogás gerado a partir dos resíduos orgânicos é transformado em energia elétrica, com essa demanda o projeto trata diariamente 215 toneladas de resíduos e produz 4.600 m³/dia de biogás. Além disso, a rede, tornou-se uma oportunidade fixa de serviços especializados com grande demanda de mão de obra e fornecedores. 

Quer saber mais detalhes sobre o case de Entre Rios do Oeste? Clique aqui e baixe gratuitamente o e-book.

Marques afirma que o encontro com empresas do setor de energias renováveis trouxe bons encaminhamentos:

“Nos próximos dias teremos várias reuniões com instituições que conhecemos no Efestival para trocar experiências e desenvolver cooperações no desenvolvimento do biogás, a participação foi muito rica.”

Biogás potencializado pela força associativa

O CIBiogás é uma das grandes associações a frente do biogás na América Latina. Entretanto precisamos citar outras instituições que fazem a diferença nesse setor, como: 

  • Associação Brasileira de Biogás – Abiogás;
  • RedBioCol: Rede Colombiana de Energia da Biomassa;
  • RedBioEc: Rede de Biodigestores do Ecuador; 
  • RedBioLac: Rede de Biodigestores da América Latina; 
  • RMB: Rede Mexicana de Bioenergia;
  • AsoBiogas: Associação Costarriquense de Biogás;

A missão do CIBiogás preza pelo desenvolvimento sustentável da cadeia do biogás e de outras energias renováveis. Com esse alinhamento, o CIBiogás associou-se a World Biogás Association, tornando-se parceiro para contribuir na expansão das aplicações do biogás e biometano na América Latina. 

O diretor presidente do CIBiogás, Rafael González, exalta a parceria, uma vez que o contato com outras instituições do meio só tendem a melhorar o desenvolvimento do biogás dentro da cadeia das energias renováveis na América Latina:

 “A parceria demonstra um importante passo para que possamos estabelecer informações globais e locais a respeito do biogás e a busca de estratégias de redução de emissões, tecnologias e oportunidades para a consolidação do biogás como um energético renovável a nível mundial.”, afirma.

World Biogas Efestival

O biogás na américa latina foi apenas um dos destaques o Efestival foi lançado a fim de incentivar o debate e ampliar o compartilhamento de informações relacionadas ao mercado e à indústria do biogás no Globo. O evento foi realizado nos dias 18, 19, 20 e 21 de maio e contou com lideranças relacionadas às energias renováveis de todos os continentes.

World Biogas Association 

A World Biogas Association – WBA, é uma instituição global que envolve os setores do biogás, gás de aterro sanitário e digestão anaeróbia. A associação é dedicada a facilitar a aplicação e popularidade do biogás no mundo. Além disso, também tem como objetivo, promover o uso das tecnologias de biogás para produzir uma energia renovável. Todas essas decisões em paralelo com o auxílio sustentável em problemas relacionados ao desenvolvimento social, saúde pública e crescimento econômico.