Você sabia que o biogás também pode gerar energia elétrica? Isso mesmo, a gestão de resíduos traz diversas soluções sustentáveis para geração de energia, dentre elas a geração de eletricidade.  Tanto do campo, quanto do meio rural, o lixo é uma solução viável para a destinação de qualquer resíduo orgânico.

É importante saber que o aumento no custo de energia elétrica no Brasil desencadeou diversas modificações. Devido à isso, houve a necessidade da ampliação e modernização da matriz energética nacional.

Neste cenário o biogás começou a ser estimulado para a implantação de uma fonte alternativa, para geração não apenas energia elétrica, mas também térmica, mecânica e a produção do biometano

Biogás e energia elétrica: segurança e qualidade energética

Com esta solução sustentável e interessante do ponto de vista do meio ambiente e da economia circular, cada vez mais as pessoas querem saber: como o biogás é transformado em energia elétrica? 

Esta é uma pergunta frequente! Porém, transformar lixo orgânico em eletricidade é a nossa especialidade. O uso do biogás transforma um passivo ambiental em um ativo energético e traz inúmeros benefícios. A redução de um passivo ambiental é uma das suas maiores vantagens.

O estudo Panorama do Biogás no Brasil (2019), realizado entre dezembro de 2019 e março de 2020, contabilizou no ano passado mais de 400 plantas ativas voltadas para energia elétrica como atividade principal.  O Brasil é um dos países com o maior potencial energético do mundo, o número equivale a cerca de 84,6 bilhões de metros cúbicos/ano.  Dentro desses números, temos 86% das plantas voltadas para energia elétrica como atividade principal. Com isso, a produção dos derivados do biogás vem se sobressaindo. 

Solução sustentável 

A Resolução N° 482 auxiliou na viabilização do biogás a partir da geração de energia pelos produtores rurais.

A Resolução N° 482 auxiliou na viabilização do biogás a partir da geração de energia pelos produtores rurais.

A Resolução N° 482 aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em 2012, autorizou a geração de energia pelo consumidor a partir de alternativas renováveis. A normativa facilitou a viabilização do biogás. 

O desenvolvimento natural da humanidade está relacionada à água, porém este recurso não é infinito. O setor elétrico historicamente vem explorando esses recursos para a implantação de hidrelétricas.

A necessidade para a ativação dessa alternativa se dá pela diminuição do consumo dos recursos hídricos. O uso excessivo prejudica o recurso natural. Além disto, o aumento do custo de energia também destaca-se no cenário.

A geração de energia a partir do biogás, melhorou as malhas de energia existentes nas áreas rurais e no interior do país. Porém. apoio para a energia elétrica em propriedades do interior ainda é precária e muito custosa às concessionárias de energia. A fragilidade do sistema elétrico nacional oportuniza a criação de ‘gatos’, muitas vezes insegura para os consumidores. 

Por ser: biogás entra como uma solução viável para esses problemas nas cidades e meio rural. 

Meio rural com eletricidade firme e estável

O setor elétrico há alguns anos vem sofrendo com as temperaturas elevadas e escassez de água. Este fator impacta na operação de usinas hidrelétricas do país que deixaram de ser consideradas as fontes mais limpas e viáveis de energia. Isso, consequentemente, estimulou o investimento em fontes energéticas alternativas.

E, para relembrar, com a possibilidade de uso da biomassa obtemos o biogás, que pode ser produzido por meio de substratos de origem vegetal, animal, resíduos orgânicos ou agrícolas. 

A energia renovável teve um aumento no meio rural pela necessidade de modernização da produção agrícola, o que ainda hoje, mostra uma insuficiência no quesito eletricidade.Com a alta produção de biomassa, o biogás acaba sendo uma oportunidade de conversão de resíduos em energia elétrica de modo crescente. 

Os projetos foram se desenvolvendo e os produtores cada vez mais interessados na geração de energia em suas fazendas. O Paraná, hoje é o estado com a maior quantidade de instalações nos sistemas de biogás na suinocultura. 

Natali Nunes, engenheira eletricista do CIBiogás, contou um pouco sobre o desempenho do biogás frente a esses projetos:

“O biogás, diferente de outras fontes renováveis, é caracterizado pela sua não intermitência. Ou seja, ele pode ser utilizado em qualquer horário do dia, visto a sua armazenagem, despachabilidade e de acordo com a demanda da unidade. A geração firme traz uma segurança energética e melhora na qualidade da energia.” 

Seus atributos principais para geração de energia elétrica:

  • Despachabilidade;
  • Armazenamento;
  • Atendimento no horário de ponta;
  • Não intermitente.

Cidades sustentáveis e inteligentes

Biogás é convertido em energia elétrica e abastece prédios públicos em Entre Rios do Oeste - PR.

Biogás é convertido em energia elétrica e abastece prédios públicos em Entre Rios do Oeste – PR.

Como exemplo, temos o case de Entre Rios do Oeste – PR, onde a instalação de uma Termelétrica foi concebida pela primeira chamada pública da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para projetos com biogás. O projeto modelado pelo CIBiogás com investimentos da Copel e parceria de execução com o Parque Tecnológico de Itaipu – (PTI). As propriedades rurais da cidade, consideradas unidades produtoras de biogás, são conectadas a uma rede coletora de 22 quilômetros. Por sua vez a rede entrega o biogás na Minicentral Termelétrica onde o biogás é transformado em eletricidade, e a energia abastece prédios públicos do município. 

O projeto tem como premissa adquirir a expertise para replicação do projeto em outros municípios paranaenses. De forma direta, a estrutura estimula a economia circular da região, fomentando uma nova oportunidade de serviços especializados e suprimentos, com alta demanda de mão de obra especializada e fornecedores. Dentro deste time, destacamos a 3DI Engenharia, que desenvolveu a solução da rede coletora para biogás e apoiou com soluções criativas e de alta qualidade a realização do projeto. Hoje a 3DI Engenharia faz parte do grupo de Associados Especiais do CIBiogás. 

Quer saber mais sobre este projeto? Confira o e-Book: Energia elétrica a partir do biogás de dejetos da suinocultura no município de Entre Rios do Oeste e saiba os detalhes desse marco na história da geração distribuída no Paraná. 

Com esses resultados, vemos que além de resolver um grande problema ambiental, é possível transformar essa gestão em um empreendimento que traz benefícios econômicos sociais e ambientais para os produtores rurais e para região como um todo. 

 

Como o biogás é transformado em energia elétrica?

Podemos dizer que a conversão desse resíduo ocorre por meio de um processo de combustão.

A conversão do biogás para energia elétrica se dá em apenas 3 passos.

A conversão do biogás para energia elétrica se dá em apenas 3 passos.

Após digestão anaeróbia dos resíduos feita por um biodigestor, a decomposição da energia química que gera o gás é transformada em energia mecânica, que acaba por ativar um gerador, este que permite a produção de energia elétrica.

 

Exemplo de grafismo que representa a conversão de energia em microgrid.

Exemplo de grafismo para representar a conversão de energia em projeto microgrid.

 

É importante destacar que o biogás também pode ser utilizado na queima para a cogeração de energia através de caldeiras. 

Com inúmeros benefícios para o desenvolvimento sustentável da sociedade, o biogás pode contribuir de diversas maneiras. A distribuição de energia elétrica no Brasil, acaba de ganhar mais um aliado para preservar o meio ambiente e melhorar a qualidade de vida dos seres humanos. Essa alternativa precisa ser valorizada com uma boa aplicação energética independente do seu fim, seja energia elétrica, térmica, mecânica ou como combustível veicular.

Nas áreas rurais há um grande potencial de produção de biogás, e é aí que os projetos com responsabilidade para garantir a segurança energética entram em ação. Essas ações garantem a melhora na qualidade de vida e muitas vezes influenciando no quesito econômico dos produtores. 

Conheça nossos cursos e treinamentos sobre energia elétrica: 

 Curso:  Biogás para Geração de Energia Elétrica;

Treinamento presencial: Projetos para Geração de Energia Elétrica com Biogás.