Parceria com a Compagás dinamiza a oferta de gás no estado por meio do biogás e do biometano

O Projeto GEF Biogás Brasil desenvolveu, em parceria com a Companhia Paranaense de Gás (Compagas), um modelo estratégico de atuação da concessionária para ampliar a produção e oferta de biogás e biometano no interior do Paraná. A parceria, cultivada desde fevereiro de 2020, resultou nos valores e na estratégia inovadora entregues por meio de um relatório[RM1]  no final deste ano.A cooperação resulta no desenvolvimento de modelos de negócio atraentes para companhias de energia e fornecedoras de gás no Sul do Brasil.

O Projeto GEF Biogás Brasil é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e conta com o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) como principal entidade executora.

Dados gerados pelo Projeto indicam que o mercado agropecuário paranaense é promissor para o aproveitamento do biometano e de outras aplicações do biogás. Segundo a pesquisa, os abatedouros de suínos – em sua maioria, no Sul do Brasil,- têm hoje uma produção intensa de 368 mil Nm³ de biogás por ano, o que representa uma geração anual de 221,4 mil Nm de biometano, ou 146 mil toneladas de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP, ou gás de cozinha).

“A cooperação com a Compagas é indispensável para impulsionar e diferenciar as cadeias de valor do biogás no Paraná, gerando um ambiente de negócios favorável ao aproveitamento energético dos resíduos agroindustriais. A integração de estratégias produtivas baseadas na economia circular tornam as empresas mais competitivas, rentáveis e sustentáveis, trazendo benefícios para toda a população”, explica o representante da UNIDO para o Brasil e a Venezuela, Alessandro Amadio.

O diretor presidente do CIBiogás, Rafael González, diz que a parceria entre as instituições é uma grande oportunidade para o fortalecimento da matriz energética nacional, perante as vantagens do biogás.

“O papel do CIBiogás junto com o GEF Biogás Brasil é para estruturar o modelo de apresentação dessa informação no mercado de gás, mas também às companhias de gás e à sociedade como um todo, na intenção de divulgar as melhores estratégias de utilização e ampliação dessas alternativas no Sul do Brasil.”

Mais inovação no Sul do país

O relatório de planejamento estratégico para inclusão de biometano no portfólio da Compagás detalha as orientações sobre como a companhia pode modernizar suas operações, e parte do ponto de desenvolvimento de mecanismos e modelos de negócio que possam incentivar o cenário de energias renováveis no estado.

Essa entrega, focada no desenvolvimento de um modelo de negócio inovador, é personalizada para a atuação de concessionárias, permitindo que essas empresas possam alavancar as suas atividades no mercado de biogás e biometano. O apoio do CIBiogás nesse processo considera o contexto no qual a Compagas está inserida, revelando um ambiente propício para o seu desenvolvimento no Paraná, principalmente no interior do estado.

Marcia Hino pesquisadora do CIBiogás, diz que a validação do novo modelo de negócio foi feita a partir da análise de perfil de concessionárias do Paraná e de Santa Catarina, onde foi possível desenvolver uma estratégia de otimização e garantir o seu desempenho focado no biometano.

“Toda a estratégia estava vinculada à missão, visão e valores da empresa. Analisamos o mercado brasileiro, estadual, as oportunidades que existem na região, o que tínhamos de rede de gás e como a Compagás atuava no estado. Estudamos toda a empresa e o contexto dela para seguir essa estratégia. Embora essa entrega seja mais para oboard da companhia, ela é detalhada tanto para a atuação operacional quanto para a alta gerência do negócio.”

Oportunidade para crescimento ampliação da oferta de gás

O Paraná apresenta um cenário promissor , com diversas oportunidades para a produção do biogás por meio dos resíduos provenientes da pecuária, do setor sucroalcooleiro e  agroindustrial – incluindo a produção de fécula de mandioca e abatedouros.  Com a dinamização da cadeia de valor proposta pela cooperação entre a Compagás e o Projeto GEF Biogás Brasil, será possível ampliar a oferta de gás dentro do Paraná a partir do crescimento da procura por biometano, que é uma fonte de energia renovável.

A inclusão do biometano nas especificações da Compagás representa um grande avanço no setor, aumentando a competitividade da companhia no mercado e oferecendo ao setor privado  um auxílio mercadológico positivo a outras ações sustentáveis voltadas para a economia circular.

A tendência é uma maior contribuição das empresas para com a redução do gás de efeito estufa a partir do biogás e do biometano, uma solução consolidada atualmente A atividade possibilita o aumento da rede de parceiros dentro de um ramo específico, como o de gás. A solução não representa a efetiva construção de dutos, mas sim, o aumento da oferta de gás para regiões favoráveis a implantação de ações como essa, ampliando a área de concessão.

Mais qualidade de vida

A nova estratégia de desenvolvimento é um grande passo para que as indústrias e empresas do Paraná considerem a relevância e se tornem usuárias do biometano, uma alternativa renovável que reduz emissões de gases de efeito estufa e evita a poluição de rios, lagos e lençóis freáticos com resíduos da produção agroindustrial, transformando o que hoje é um passivo ambiental em uma fonte de rentabilidade e sustentabilidade, além de gerar mais emprego e renda.

Saiba mais sobre todas frentes de atuação do Projeto GEF Biogás Brasil: https://www.gefbiogas.org.br/

Saiba mais sobre o CIBiogás: https://cibiogas.org/
Saiba mais sobre a Compagas: https://www.compagas.com.br/

Para entrevistas ou mais informações:

Liege Reis – assessoria CIBiogás / [email protected]

Raphael Makarenko- assessoria UNIDO / [email protected]

Nicole de Faria  – assessoria UNIDO / [email protected]