O biogás está transformando os mais diversos os setores no Brasil e isso confere também à indústrias nacionais e internacionais. Portanto, podemos acompanhar a evolução de muitas empresas que desejam transformar os seus processos. Como isso pode acontecer? Resposta: transformando os negócios, com estratégias mais sustentáveis e acolhendo alternativas renováveis como o biogás, que soluciona os resíduos orgânicos provenientes dos processos industriais.

O biogás contribui para segmentos industriais distintos, tais como: agroindústrias, amidonaria, sucroalcooleira, transporte, cervejarias, tabaco, entre outras. Essa transformação dos resíduos de processos industriais, ajudam a aumentar o faturamento das organizações e/ou reduzir custos. Contribuem significativamente na troca de combustíveis fósseis por alternativas sustentáveis.

Essa troca reduz também a emissão de gases de efeito estufa. Esses gases prejudicam não apenas a camada de ozônio, mas também a saúde humana pelo grande índice de poluição atmosférica.

Biogás nas indústrias: Tecnologias

Em 2020 o biogás despontou. Segundo a Agência Internacional de Energia (IEA), isso poderia acontecer pelos baixos custos de operação e pela abundância de potencial em algumas regiões. De acordo com o documento: Panorama de Tecnologias aplicadas no agronegócio de biogás e biometano, investir no biogás influencia no desenvolvimento da cadeia fornecedora de forma considerável, devido a grande necessidade de equipamentos para o processo de biodigestão, custos de implantação, manutenção e assistência técnica. “O crescente desenvolvimento da produção de biogás eleva em escala o fornecimento de equipamentos e serviços, oportunidade para os segmentos industriais ligados à cadeia do biogás.” 

Com isso, podemos avaliar que, com a transformação do cenário industrial quanto às energias renováveis, o fomento na inovação tecnológica está em expansão, crescendo para atender grupos com necessidades maiores no setor. 

Biometano na indústria

Você sabia que até 2030 pode haver uma falta no fornecimento de combustível no Brasil? Dados divulgados pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), mostram que as fontes alternativas como o biogás e biometano – originário da purificação do biogás – podem ser a solução para esse tipo de crise, uma vez que veículos de pequeno e grande porte, bem como tratores e ônibus, já existem no Brasil.

Já imaginou uma indústria produzindo o próprio combustível com os resíduos orgânicos oriundos da sua produção? É a transformação do passivo ambiental num ativo energético.

O biogás, além de ampliar os horizontes sobre a redução de prejuízos referentes à gestão de resíduos, poluição demasiada do ar por combustíveis fósseis, quedas repentinas de energia e uso de carvão e madeira para a geração de calor, quando utilizada a partir de um investimento estratégico, consegue converter esses cenários para processos positivos e otimistas como:

  • Aumento da competição no mercado, o que amplia as possibilidades das fontes; 
  • Modernização da matriz energética nacional;
  • Atrai investimentos para o aprimoramento do setor.

O resultado do biogás com a indústria

Em regiões menores, o biogás atua como protagonista na economia circular, dado que os resíduos que seriam desperdiçados, voltam como fonte de renda para proprietários rurais e ou comerciantes locais, incentivando a sustentabilidade ambiental, social e econômica de um espaço.

Em escalas maiores, como as industriais, a missão revela-se como um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável na Indústria, Inovação e Infraestrutura. Isso porque o resultado dessas ações, ultrapassam os benefícios da realização dos propósitos oriundos da aplicação do biogás e biometano em grande escala.

Ou seja, se em uma região o biogás já faz a diferença referente à uma iniciativa mais sustentável, com o grande potencial Brasileiro para a geração dessa alternativa, nas indústrias o biogás revolucionará as concepções sobre tudo o que havíamos consumido anteriormente. Como exemplo: os combustíveis fósseis.

A meta das Nações Unidas, pretende, até 2030, promover a industrialização inclusiva e sustentável. Tudo isso, aumentando a participação  da indústria no emprego e no produto interno bruto de acordo com as circunstâncias nacionais. “Até 2030, promover a atividade econômica inclusiva e sustentável e a atividade de alta complexidade tecnológica, com foco na elevação da produtividade, do emprego e do PIB, e com melhora nas condições de trabalho e na apropriação dos ganhos de produtividade advindos. 

Agroindústria e outros setores produtivos

Você pode até pensar que o biogás apenas auxilia na gestão de resíduos envolvidos no setor do agro, porém, como já comentamos acima, o biogás atravessa fronteiras e pode surgir a partir da gestão de qualquer resíduo orgânico ou sólido.

Portanto, desde que tenha uma dessas opções sem destinação correta, através de um biodigestor, o biogás é gerado e tem capacidade para se transformar em uma fonte calorífica, energética ou combustível sustentável. 

Desta maneira, além das agroindústrias, que abrange toda a cadeia produtiva das atividades agrícolas e pecuárias, temos as indústrias de produtos cotidianos. Elas também entram nesse cenário a favor do aproveitamento do potencial brasileiro de biogás.

Cerca de 18% de participação nas emissões globais de gases de efeito estufa vem das atividades industriais, diz o site Bloomberg e atualmente, nas fecularias, cervejarias e abatedouros, o biogás está sendo usado principalmente como fonte térmica, evitando o uso de lenha, GLP ou gás natural, devido à grande demanda térmica que normalmente as indústrias possuem.

Essas informações, presente no caderno de opinião da FGV “O Alto Potencial De Produção E Uso Fará Do Biogás A Próxima Fronteira Da Energia Renovável No Brasil?” também abrangem a desenvoltura das atividades econômicas em relação à esse potencial, e como isso influencia o setor futuramente. Apesar da grande chance de haver viabilidade técnica e econômica, não ocorre muito a cogeração de energia térmica e elétrica nessas indústrias. E essa é uma possível tendência do setor para os próximos anos”, afirma a publicação.

Implementação de projetos

Grande parte da produção de biogás está localizada em áreas rurais. No sul do Brasil, esse índice mostra que a produção de proteína animal é a principal responsável pelos valores do biogás. Neste caso, a suinocultura assume a primeira posição no ranking com 46% dos substratos usados.

Os dados do Panorama de Tecnologias Aplicadas no Agronegócio de Biogás e Biometano, também destacam os aterros sanitários, já que os locais são os mais propícios para a produção da fonte devido ao volume. E por causa da grande quantidade de resíduos, os aterros vem liderando o setor de biogás no Brasil. 

O estudo “O Alto Potencial De Produção E Uso Fará Do Biogás A Próxima Fronteira Da Energia Renovável No Brasil?”, também enfatiza que nesses casos, a facilidade para implementar um projeto é maior. “Por já haver a produção de biogás em aterros em operação, sendo necessário apenas o investimento no sistema de filtragem e uso energético do biogás. Nesses empreendimentos, o principal uso do biogás é para geração de energia elétrica, mas em alguns poucos casos produz-se biometano, devido ao grande volume de biogás viabilizar um projeto de refino.”

Biogás nas indústrias brasileiras: Como a fonte pode impulsionar o setor?

Portanto, depois dessa breve análise do setor, podemos responder essa questão que se torna cada vez mais pertinente no país. 

É importante acima de tudo fazer uma avaliação de viabilidade econômica para basear a criação estratégias e projetos que otimizem a produção e possam ser inovadores para impulsionar tanto o setor do biogás quanto o setor industrial brasileiro.

Desta forma, a competitividade nesse ramo aumentará e pode até se sobressair quanto a produção mais interiorizada nas áreas de produção agrícola, que no momento, é protagonista no ramo. 

A partir desses pontos, a empresa pode idealizar as ações para transformar o cenário brasileiro de biogás, podendo fazer parte dessa missão da ODS, minimizando os impactos de uma matriz energética não sustentável até 2030. 

Gostou do tema e deseja transformar esse mercado?

Então entre em contato conosco, temos um time de especialistas em modelagem de negócios, desenvolvimento de tecnologia, com dados estratégicos do mercado. Mande um email para: [email protected] e comece a planejar a implementação do biogás na sua indústria.