O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) é o mais novo associado ao Centro Internacional de Energias Renováveis – Biogás (CIBiogás). O anúncio foi feito durante o coquetel de abertura do Simpósio Internacional sobre Gerenciamento de Resíduos Agropecuários e Agroindustriais (Sigera) no Hotel Internacional, nesta segunda-feira (8), em Foz do Iguaçu no oeste do Paraná.

Na ocasião, o diretor de Desenvolvimento Tecnológico do CIBiogás, Rafael González, destacou que a associação do IICA foi aprovada por unanimidade pelas demais organizações que formam o Centro de inovação. “Isso demonstra a credibilidade do IICA, que é reconhecido internacionalmente e tem objetivos em comum com o CIBiogás, como o desenvolvimento do agronegócio sustentável. A união de forças é fundamental para que o Brasil siga sua vocação e se torne o maior produtor de proteína animal do mundo”, afirmou.

Com ações focadas na promoção de uma agricultura competitiva, sustentável e inclusiva, o IICA atua em 34 países. De acordo com o representante do Instituto no Brasil, Hernán Chiriboga, a parceria com o CIBiogás deve promover o desenvolvimento de novas tecnologias para ajudar grandes e pequenos produtores. “Temos demandas muito importantes para fazer com que os produtos da agropecuária se desenvolvam com sustentabilidade e toda a experiência do CIBiogás será de muita utilidade”, acrescentou.

Com a entrada do IICA, o CIBiogás passa a ser composto por 17 instituições, que desenvolvem e/ou apoiam projetos relacionados às energias renováveis. Os associados incluem ainda organizações nacionais como Eletrobrás, Fundação Parque Tecnológico Itaipu, Copel, Compagás, Eletrobras-Cepel, Cooperativa Lar, Sebrae, Secretaria Estadual da Agricultura do Paraná, Prefeitura Municipal de Toledo, Iapar, Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep) e Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) . Os associados internacionais incluem Itaipu Binacional, Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Onudi) e Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Parceria com a Embrapa

Na ocasião também foi feita a assinatura de um termo de cooperação para fortalecer e formalizar as parceiras entre o CIBiogás e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O objetivo é ampliar a execução de trabalhos de pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologia.

O pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, Airton Kunz, lembrou os projetos desenvolvidos pelas instituições, como o desenvolvimento de cursos técnicos sobre biogás e o Biogásfert. “A importância e o crescimento que o CIBiogás tem tido no Brasil na área nos fez trabalharmos em conjunto”, destacou. Para González, a assinatura do termo é a garanti para a renovação de conhecimento e desenvolvimento tecnológico no setor. “Esse acordo é uma formalização do que já estamos fazendo, mas é também uma garantia que os projetos seguirão avançando”, finalizou.

 

Resumo: 

Anúncio foi feito na pré-abertura do Sigera em Foz do Iguaçu; termo de cooperação entre CIBiogás e Embrapa também foi assinado durante evento