Discutir oportunidades em inovação e tecnologia no Brasil e na África, essa é a

proposta do 5º Fórum Brasil África: tendências em inovação e tecnologia para o

desenvolvimento  sustentável​, que ocorrerá nos dias 23 e 24 de novembro de

2017 nas dependências do Hotel Sheraton – WTC em São Paulo. O evento vai reunir

representantes de governos e da iniciativa privada, líderes empresariais,

investidores e acadêmicos de diversas partes do mundo, em torno de diferentes

temas como agricultura, saúde, educação, infraestrutura, serviços financeiros,

inovação social e indústria criativa.

 

Estão confirmados como palestrantes dirigentes de importantes empresas e

instituições brasileiras e africanas como Fiocruz, PositivoBGH, União Africana,

Fórum para a Pesquisa Agrícola na África (FARA), Embrapa, o presidente do Fundo

Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Banco Africano de

Desenvolvimento (AfdB), Afreximbank e AG Dangote. Entre os destaques estão o

ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do Brasil, Gilberto

Kassab, o diretor presidente da Sabesp, Jerson Kelman e o presidente do FIDA,

Gilbert F. Houngbo.

 

“Muitos dos desafios que a África enfrenta o Brasil já tem enfrentado e, para além

de transferência tecnológica, o Brasil pode contribuir com o management para a

consecução dos seus objetivos”, afirma João Bosco Monte, presidente do Instituto

Brasil África. “A intenção é que nossos parceiros africanos nos conheçam e se

façam conhecidos para que possamos materializar as ideias em ações concretas”,

completa.

 

O 5º Fórum Brasil África: tendências em inovação e tecnologia para o

desenvolvimento sustentável é uma realização do Instituto Brasil África, com o

patrocínio do Banco Africano de Desenvolvimento, Afreximbank, Standard Bank,

FIDA e Angola Cables. Conta ainda com o apoio do Ministério das Relações

Exteriores, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, CAF,

Brazafric, FARA, Campo, Aldairton Carvalho Sociedade de Advogados, Cibiogás,

ABC, Câmara do Comércio Árabe Brasileira, Embrapa e Fiocruz.

Potencial​ ​africano

 

Com 1,3 bilhão de habitantes e 350 milhões de pessoas na classe média, a África

possui um enorme mercado potencial para produtos e serviços brasileiros, apesar

da forte concorrência de países da Europa e da Ásia. Dados do Banco Mundial

mostram que o rendimento per capita no continente aumentou mais de três vezes

entre 2002 e 2016. De acordo com o relatório populacional da Organização das

Nações Unidas (ONU), publicado em 2015, mais da metade do crescimento global

da população até 2050 deve ocorrer no continente africano.

 

Dados do Governo brasileiro indicam que 40,9% das exportações brasileiras para o

continente são de produtos manufaturados e outros 30%, de semi-manufaturados.

O Ministério das Relações Exteriores identificou a possibilidade de exportação de

pelo menos duas dezenas de produtos diferentes para Nigéria, Gana, Costa do

Marfim e Benin. As oportunidades vão desde máquinas agrícolas, caminhões,

tratores e produtos da construção civil até manufaturados como papel e pneus,

passando por carnes (especialmente de frango), arroz, tabaco, leite e creme de

leite.

 

 

Sobre​ ​o​ ​Instituto​ ​Brasil​ ​África 

 

O Instituto Brasil África é uma organização sem fins lucrativos voltada para

projetos de Cooperação Técnica Triangular com ênfase nas relações Brasil-África.

Entre os principais projetos estão o Fórum Brasil África, a revista ATLANTICO, a

Exposição Mandela e o Youth Technical Training Program (YTTP), que em parceria

com o Banco Africano de Desenvolvimento (AfDB), capacita jovens africanos no

Brasil.

 

 

SERVIÇO

Quando:​ ​23 e 24 de novembro de 2017

Onde:​ Sheraton WTC São Paulo

Inscrições:​ https://goo.gl/2v5Y2s

www.forumbrazilafrica.com

Resumo: 

Evento discutirá oportunidades entre Brasil e países da África em setores considerados estratégicos